Saúde bucal na terceira idade: o que eu preciso saber?

 

A saúde do idoso tem suas peculiaridades e na saúde bucal isso não poderia ser diferente. As alterações na produção da saliva, os efeitos colaterais dos medicamentos, mudanças no tecido da gengiva e o acúmulo de tratamentos dentários ao longo da vida deixam o idoso mais suscetível a diversas patologias.

Quer descobrir mais sobre a saúde bucal na terceira idade? Confira tudo aqui no post.

Quais as alterações odontológicas comuns na terceira idade?

  • Boca seca;
  • cáries;
  • gengivite;
  • retração gengival;
  • dentes sensíveis;
  • perda dentária com uso de próteses;
  • dificuldade na mastigação de alimentos fibrosos;
  • câncer de boca.

Por que as cáries são tão comuns nos idosos?

Embora as cáries possam ocorrer sobre uma superfície dentária saudável, o mais comum é que elas surjam próximo a regiões de restauração prévia. Como ao longo da vida os dentes do indivíduo vão acumulando esse tipo de tratamento, é na terceira idade que as cáries acabam surgindo com mais frequência.

O que causa a retração gengival e o aumento da sensibilidade?

A retração gengival é uma alteração normal associada ao envelhecimento, apesar de ser mais comum em algumas pessoas do que outras. À medida que a gengiva retrai, as raízes dos dentes ficam expostas. Como essa região não é protegida com uma camada de esmalte, o consumo de alimentos quentes, frios ou doces passam a gerar sensações dolorosas.

Como a boca seca pode ser resolvida?

A xerostomia, termo médico para boca seca, é muito comum na terceira idade por uma combinação de fatores. Além de sentir menos sede, o organismo do idoso acumula menos água e ainda pode estar sob a influência de diversos medicamentos que provocam a sensação de boca seca como efeito colateral.

O melhor jeito de combater isso é aumentar o consumo de água, ingerindo a substância antes mesmo da sede bater, e mascar chicletes que estimulam a produção de saliva. Pode ser necessário ainda uma mudança nos medicamentos prescritos ou o uso de saliva artificial.

Quais sinais indicam câncer de boca?

O câncer de boca só pode ser confirmado após análise histopatológica de um fragmento da lesão por biópsia, mas manchas brancas, vermelhas, pretas ou até mesmo ulceradas na boca que não cicatrizam após 7-10 dias, manchas que sangram e dificuldades para deglutir alimentos devem servir de sinal de alerta para a doença e fazer com que o idoso procure um profissional para avaliação.

Como melhorar a higiene bucal?

Se durante as outras fases da vida, a escovação e o uso do fio dental já eram fundamentais, na terceira idade esses hábitos são ainda mais importantes. O creme dental com flúor aumenta a proteção contra cáries na escovação, que deve ser feita pelo menos três vezes ao dia, principalmente quando somado ao fio dental, que deve ser usado de forma correta pelo menos uma vez ao dia.

Além disso, é necessário higienizar bem as próteses dentárias para evitar o mau hálito e aumentar o risco de gengivite, contando com a ajuda de soluções de limpeza específicas para essa função.

Por que as consultas regulares com o dentista são tão importantes?

As visitas regulares permitem que o dentista identifique e trate cáries ainda iniciais, recomende um creme dental para dentes sensíveis, prescreva o uso de saliva artificial, oriente em detalhes como a higienização da boca e da prótese devem ser feitas e ainda diagnostique lesões cancerígenas precocemente.

Quer melhorar sua saúde bucal? Entre em contato com a nossa clínica!