Descubra como a menopausa pode prejudicar a saúde dos dentes!

A menopausa é um processo comum no envelhecimento feminino, que se caracteriza por mudanças na produção hormonal e encerra o ciclo de fertilidade. Durante esse período, as mulheres podem sentir sintomas como ondas de calor e diminuição do desejo sexual. Além disso, a menopausa pode prejudicar os dentes e há possibilidade de surgirem novas doenças devido à perda da massa óssea e à diminuição da produção de estrogênio.

As alterações hormonais podem interferir na saúde bucal das mulheres, causando problemas na gengiva, alteração no paladar e diminuição da produção de saliva. Todos esses fatores prejudicam a saúde oral. Descubra mais sobre esse processo com a leitura deste artigo!

Os hormônios e a saúde bucal

 A diminuição da produção de estrogênio pode deixar as gengivas mais flácidas, inflamadas e os dentes mais vulneráveis às cáries devido à um maior desgaste do esmalte.

Além disso, a osteoporose, doença relacionada à menopausa, causa perda da massa óssea, aumentando, assim, o risco de mobilidade e consequente perda de dentes.

Problemas na gengiva e na boca

Por ser um tecido mole, a gengiva é diretamente afetada pelos hormônios femininos. Alguns problemas que podem surgir na menopausa são: afastamento entre as gengivas e os dentes, sangramentos frequentes, boca seca, periodontite e a síndrome da boca ardente.

A síndrome da boca ardente é uma doença que causa dor e queimação na mucosa oral. Mais frequente em mulheres na menopausa, a dor pode atingir a ponta da língua, lábios e palato. Essa doença está frequentemente ligada à mudança de comportamento da paciente incluindo irritabilidade, ansiedade e, em casos mais graves, depressão.

Problemas dentais

 As alterações hormonais podem reduzir a absorção de algumas substâncias, como o cálcio, podendo deixar os dentes mais suscetíveis às cáries. A perda de cálcio também pode levar à perda de osso alveolar, responsável pela sustentação do dente. Com isso, ocorre um aumento da mobilidade, que pode levar à extrações indesejadas. Dessa forma, é comum que, nesse período, se recorra aos implantes ou próteses dentais.

Principais cuidados dentais no período da menopausa

Os cuidados com a saúde bucal após a menopausa devem ser redobrados. Além da escovação e do uso do fio dental, você deve ficar atenta a qualquer alteração nas gengivas, no paladar ou nos dentes. Ao perceber qualquer mudança, consulte um dentista a fim de que esses sintomas não evoluam para problemas maiores.

As visitas ao consultório dentário também devem ser mais frequentes, no mínimo a cada seis meses, para que seu dentista possa fazer o seu acompanhamento.

Agora que você já sabe como a menopausa pode prejudicar os dentes, é importante dar atenção aos sinais do seu corpo para tratar precocemente os problemas. Não deixe de ir com frequência ao dentista e lembre-se que sua saúde bucal é importante e merece um cuidado especial!

Se você está passando por esse período e/ou tem alguma experiência sobre esse assunto, deixe seu comentário! Você pode ajudar outras mulheres que estão passando pela mesma situação.