Aparelhos ortodônticos: qual é o mais indicado? Descubra!

 

aparelhos ortodônticos

Os aparelhos ortodônticos, também conhecidos como aparelhos dentários, são utilizados pelos dentistas para corrigir problemas, sejam estéticos ou funcionais.

Existem diversos tipos desses aparelhos, como o fixo, móvel e auto ligado, cujo principal intuito é resolver os problemas dentais dos pacientes da maneira mais confortável e rápida o possível. Mas você sabe qual é a diferença entre cada um deles?

Para responder essa pergunta, preparamos este artigo para você conhecer mais detalhes dos principais tipos de aparelhos ortodônticos. Confira!

Aparelho fixo tradicional

É o tipo de aparelho ortodôntico mais utilizado pelos pacientes. Esse modelo utiliza bráquetes metálicos, fios e bandas para fazer a movimentação dos dentes. A interação se dá com as ligaduras elásticas — as famosas borrachinhas coloridas.

Nesse tipo de tratamento, os dentes são puxados e movimentam-se gradualmente para a posição correta.

O aparelho fixo é recomendado para pacientes que já tenham seus dentes permanentes, ou seja, as alterações devem ser feitas na estrutura da arcada dentária, definitivamente.

Como é composto por estruturas metálicas, tem a desvantagem da estética e, por isso, muitos pacientes recusam o uso desse tipo de aparelho ortodôntico. Porém, possui a vantagem de ser fixo, reduzindo o tempo de tratamento.

Aparelho fixo estético

O aparelho fixo estético possui a mesma função do metálico, porém, com a diferença do material que é feito. Ele é transparente, ou seja, não fica totalmente visível, mantendo uma estética melhor para o paciente.

Os bráquetes podem ser confeccionados de policarbonato, safira ou cerâmica — sendo que este último é o material mais comum.

São aparelhos discretos, praticamente invisíveis. Além disso, não se desgastam e proporcionam maior autoestima ao usuário. Porém, possuem um preço mais elevado se comparado ao aparelho fixo tradicional.

Aparelho autoligado

Também é uma variação do aparelho fixo tradicional. O aparelho autoligado dispensa o uso das borrachinhas, reduzindo o atrito entre o fio e os bráquetes.

Assim, o tratamento é realizado de maneira mais rápida, acelerando o nivelamento e alinhamento dos dentes.

Uma outra vantagem desse tipo de aparelho ortodôntico são as consultas: elas podem ser realizadas com um intervalo maior.

Mas não é só isso: o aparelho autoligado permite uma melhor higienização dos dentes, além de proporcionar um aspecto mais agradável ao paciente, já que possui bráquetes menores.

Aparelhos ortopédicos

Os aparelhos ortopédicos são indicados para uso durante a fase de crescimento, já que o tratamento é feito em casos onde há desarmonia esquelética.

Eles inibem o desenvolvimento dos ossos, redirecionando-os e evitando que eles cresçam de maneira desfavorável. Além disso, podem ser utilizados também como auxiliar de fonoaudiologia.

O tratamento com o aparelho ortopédico é feito de forma gradual, com um expansor que se localiza no meio do aparelho, que vai aumentando conforme o progresso do tratamento.

Vale ressaltar que adultos também podem usar os aparelhos ortopédicos. Nesse caso, eles são usados como niveladores.

Disjuntores palatinos

Esse é um tipo de aparelho pouco conhecido pelos pacientes. São aparelhos metálicos linguais — seu uso se dá na face da palatina, entre os dentes superiores e a região lingual dos inferiores.

Os disjuntores palatinos são indicados para pacientes que possuem mordidas cruzadas ou quando necessitam de mais espaço para fazer o alinhamento dos dentes.

Contenção fixa e móvel

A contenção é um aparelho recomendado para uso posterior ao tratamento. O intuito é evitar que os dentes voltem a se desalinhar, ou seja, eles devem promover a fixação definitiva na posição correta.

As contenções removíveis são indicadas para uso após o tratamento com aparelho fixo, de acordo com a indicação do dentista.

Já as contenções fixas são usadas para os dentes inferiores, que devem ser fixados na posição. Esse acessório é colocado na parte de trás dos dentes e só é removido quando eles atingem a estabilidade.

Alinhadores invisíveis

São placas de acetato, que copiam o formato dos dentes do paciente, permitindo sua movimentação sem a necessidade de fios ou bráquetes.

Aparelho lingual

Nesse tipo de aparelho, os bráquetes são colocados na parte interna dos dentes. Sua principal vantagem é a estética, já que não fica exposto.

Gostou de conhecer os diversos tipos de aparelhos ortodônticos? Então entre em contato com a gente e conheça nossos tratamentos odontológicos!